Trilha sonora de uma vida viajante

Domingo é dia de “Meus 5 favoritos”. A proposta de hoje é listar as 5 músicas que me fazem imediatamente lembrar de uma viagem. É uma escolha difícil, música é sempre tão marcante… Acabei chegando a um veredicto bem eclético!

1- The Final Countdown (Europe)
Aos 14 anos, passei um mês estudando inglês em uma escola no interior da Inglaterra (Culford School, Bury St. Edmonds). Havia adolescentes do mundo inteiro, foi uma experiência extraordinária. Toda sexta, tinha “Disco” na escola, à noite. Uma vez por semana, íamos fazer patinação em Bury St. Edmonds. O super mega hit da época era essa canção do Europe, que dividia o pódio com Livin’ on a prayer, do Bon Jovi. Até hoje, quando ouço estas músicas, lembro com detalhes dos dias passados por lá.

 

 

2- Concerto para 2 violinos (J.S. Bach)
Um dos momentos mais memoráveis da minha vida foi o Festival de Salzburg, onde fui, sozinha, aos 24 anos. Este concerto específico, de Bach, sempre foi meu favorito, desde a adolescência. Eis que me vejo, em êxtase, assistindo ao lendário maestro Cláudio Abbado e, quando ele retorna para o bis, toca exatamente esta peça! Senti como se ele a tivesse escolhido para mim… Inesquecível… Não existe uma versão regida por Abbado no Youtube, então escolhi esta, só do primeiro movimento,  pra vocês conhecerem (ou reconhecerem). Os solistas são Maxim Vengerov e Ilya Gringolts, com a Russian Philharmonic.

 

 

3- As 4 estações (A. Vivaldi)
Fomos a Londres com Dudu em 2010. Lá, ele foi ao seu primeiro concerto, na célebre igreja de St Martin-in-the-fields. Escolhi As Quatro Estações porque é uma peça leve, de fácil assimilação e muito familiar para ele. Meu filhote ficou tão encantado, na primeira fila, que os músicos vieram falar conosco no final do espetáculo: ficaram impressionados com o nível de atenção da criança. Desde então, para mim, Vivaldi é sinônimo de Dudu em Londres. O vídeo abaixo mostra o violinista favorito do Dudu, Joshua Bell, tocando o terceiro movimento do Verão em um ensaio com a Academy of St. Martin-in-the-fields. Mas naquele dia não foi ele quem se apresentou, embora Dudu já o tenha visto aqui no Rio, no Theatro Municipal.

 

 

As Quatro Estações, na Igreja de St Martin-in-the-Fields
As Quatro Estações, na Igreja de St Martin-in-the-Fields

 

4- Graceland (Paul Simon)
Turks and Caicos. Nossa piscina favorita no fantástico resort Beaches era a do Italian Village, e ela ficava ao lado do Mario’s, nosso restaurante preferido para o almoço. Sendo assim, quase todos os dias dávamos uma passada por ali. A seleção musical do bar da piscina era ótima. Curiosamente, Graceland era uma música que tocava sempre, invariavelmente. Acho que o barman curte Paul Simon tanto quanto eu…

 

 

5- Walk this way (Aerosmith)
É o tema da Rock’n Roller Coaster, a montanha russa do Aerosmith no Disney’s Hollywood Studios. Para mim, a melhor de todas. Se você espiar os “top 5” do Dudu no primeiro post da série 5 favoritos, verá que ela ocupa o primeiro lugar. A gente ouve no carro cantando alto, lembra da Disney, revive momentos felizes juntos.

Dudu curtindo Aerosmith na Rock'n roller Coaster
Dudu curtindo Aerosmith na Rock’n roller Coaster

 

Agora me conta! Quais as músicas que fazem a trilha sonora das suas viagens? Vou adorar ver suas escolhas nos comentários. Bom domingo!

Anúncios

3 comentários sobre “Trilha sonora de uma vida viajante

  1. Carlos Monteiro 28 de julho de 2014 / 08:05

    Renata, adorei este post. E adorei mais ainda você ter escolhido Walk This Way e The Final Countdown e ainda citar Bon Jovi. Geralmente as músicas que me marcam são as das bandas cujos shows eu assisto em viagem, como “Lullaby”, do Nickelback, e “That´s What the Water Made Me”, do Bon Jovi. Elas sempre evocam lembranças marcantes… Ouvir músicas em viagem é uma excelente maneira de fixar as emoções!

    • Renata Ungier 28 de julho de 2014 / 09:13

      Por essa você não esperava, hein? Rsrsrs Sou fã de música clássica, mas também fui adolescente nos anos 80… 😉
      Vou procurar essas músicas no youtube, pra conhecer. Ou talvez não esteja reconhecendo pelo nome. O termo “fixar as emoções”, de fato, define exatamente o que eu estava querendo dizer. Obrigada!

      • Carlos Monteiro 28 de julho de 2014 / 09:21

        Oi Renata, essas duas músicas que citei são bem menos conhecidas… É que fizeram parte dos shows que assisti, realmente não são famosas. Mas as que você citou são clássicos dos anos 80, disse tudo! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s